domingo, 22 de junho de 2008

No samba.....


.... acontece de um tudo. Sexta e sábado foram dedicados ao ritmo. Depois de sacar que 50% dos homens que foram ao show do Paulinho da Viola não assistiram ao show, apenas paqueraram, percebi que sou uma pessoa fácil. Calma ! Não se precipite ! Estou falando da minha habilidade em fazer amizade com desconhecidos.

Ontem, no Trapiche, minhas amigas estavam rindo de três mulheres que estavam na mesa ao lado da nossa. O motivo: uma delas levou uma toalhinha pra ficar enxugando o suor. Isso é muito coisa de quadra de escola de samba, de pé morro mesmo. Enfim, ali, decidi que faria amizade com elas pq achei muito original. Elas eram coroas e não estavam nem aí pro que pensavam delas, queriam mesmo se divertir.

Como quem não quer nada, levantei e fui sambar. Aos poucos já tava na rodinha delas. Papo vai, papo vem. Pronto. Primeiro grupo de amigos. Mas não parou por aí...

... depois, um grupo de gringos se aproximou. Ótema oportunidade pra tirar o inglês do armário. Papo vai, papo vem, descobri que a macharada era composta dos mais cabeçudos caras de marketing do mundo que vieram participar de um congresso. Um espanhol fazia questão de ressaltar que fulano, que eu entendi que se chamava Pearl, mas que se chamava Pervez (nem preciso dizer que passei a noite chamando ele por outro nome rs) era o mais foda em Mkt do mundo, com zilhões de livros e blá, blá, blá,... papo chato.. saí pela esquerda e me aproximei dos meninos do Galocantô.

Pronto. Ali, fiz amizade com dois casais que estavam sentados em uma mesa próxima. Desta vez confesso que o encontro foi motivado pq alguém soltou um mega peido. Sério, a pessoa tava podre por dentro, e acabei me aproximando da mesa pra fugir do fedor.

Mas a noite não acabou ali. Quando menos esperava, Calça de Palhaço me tirou pra dançar. Quem é Calça de Palhaço? Um cara que tá lá toda semana, sempre com uma calça mais bizarra que a outra. Na boa, o cara não tem um jeans normal. Na primeira vez que eu e minhas amigas o vimos ele parecia ser o Banana de Pijamas, lembra disso? Usava uma calça de tecido listrada.

Voltemos à dança. Claro que aceitei o convite pra bailar pq já tinha observado que ele dança superrrrrrrrr bem. O cara manda muito. O problema é que ele me rodava demais, eram rodopios e rodopios pela pista. E eu, com minhas duas caipirinhas na cabeça, não aguentei. Disse: "Vc precisa parar de me rodar pq vou dirigindo pra casa e to ficando tonta". Foi a deixa pro maluco disparar: "Vc não precisa dirigir, dorme lá em casa". Ousado não? Claro que não fui !!!!!!!!!!! Tb deixo claro pra uma amiga (que sei que, no fundo, bem no fundo, quer ficar com ele) que não rolou NENHUM beijo pq não sou fura olho. Não fico com ex-caras, atuais, nem futuros casos de amigas. ahahahaha PRIVATE JOKE

PS: O tal fodão em MKT é a cara daquele indiano que aparece nos Simpsons. Acredite, não é exagero. Vou procurar a foto dele na internet e postar depois.

Um comentário:

Mari Daemon disse...

Amei! O samba, o banana-clow (novo apelido para figura) e mais ainda o lembrete: não é bonito furar olho. Edificante!