sexta-feira, 20 de junho de 2008

Relação de bolso

Lendo Bauman hoje pela manhã descobri que tenho uma relação de bolso. O que é isso? Segundo ele é uma relação doce e de curta duração. É a encarnação da instataneidade e da disponibilidade.

Uma relação onde quanto menor for a hipoteca, menos inseguro a gente se sente. Quanto menos se investe no relacionamento, menos inseguro a gente vai se sentir quando for exposto às flutuações de emoções futuras.

Queria só deixar bem claro que, de certa forma, tenho um amor de bolso não por escolha própria. Simplesmente me deixo levar. O fato é que no amor de bolso, quando acontece alguma coisa não prevista é a hora de seguir em frente.

3 comentários:

drika disse...

huuuummmm
pensando nisso...

Renata Victal disse...

Complicado pensar assim né? Um soco no estômago...

Anônimo disse...

É mais complicado quando fazem de vc o objeto que está no bolso...