domingo, 19 de outubro de 2008

Tudo passa...

.... estou de mudança. Coloquei o blog no caminhão e fui para o Wordpress. Os textos arquivados continuarão aqui no blogger, que tanto gosto. A mudança é forçada, mas benvinda.

Estou aprendendo a fazer transmissões ao vivo do meu celular para o blog e o programa que baixei no meu celular só posta no wordpress... entenderam né ... espero que gostem do novo layout, ainda em fase de teste... tudo pode mudar...

vai lá: http://vidaincoerente.wordpress.com/ e deixa um comentário.

Aos poucos vou colocando coisinhas fofas. rs FUI !!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Estupidez

Acabo de ver na TV a estupidez da polícia paulista. Eles invadiram o prédio onde duas meninas eram reféns. Eu, no auge da minha ignorância, consigo perceber que a ação foi idiota e bizarra.
O cara saiu andando, direto para o camurão. As mulhere, forma de ambulância, e entraram em uma maca. Espero que estejam vivas e bem. Mas, acho difícil. Que estupidez !!!

Acabei de ver na TV que uma foi ferida na barriga e outra no rosto. Que sofrimento ver as cenas na TV. As meninas chegando no hospital, com sangue na roupa. Uma delas com ventilação manual. Foda. Que Deus abençoe e acalme o coração delas e das famílias. PQP, polícia incompetente, burra, estúpida.

Minha noite como pião...

Ontem tive uma noite como pião. Não daqueles de rodeio (peão), mas de jogar no chão e ver rodar mesmo, do tipo de madeira, bem artesanal... Não to brincando, quem viu sabe bem sobre o que falo.

Saí do jornal com uma amiga, passei no Flamengo e reboquei outra. Seguimos brutas para o Centro Cultural Carioca, no Centro, para assistir ao show de Teresa Cristina e Grupo Semente. Chegamos lá às 22h30. Estava tudo perfeito. Bem, quase. As três estavam famintas e não havia sequer uma mesa. Estava lotado. Ficamos de pé.

Sem poder comer, bebemos, claro. Parti logo pra minha caipivodka de limão. As outras, preferiram a cervejinha. Música vai, música vem... decidi fazer uma foto do trio. Eis que um cara, o primeiro da noite, se aproxima e se oferece, de forma gentil, a nos fotografar. Até aí, ok.

Mas o cara tava bem saidinho. Queria fazer uma foto nossa no celular dele. Não deixamos, claro. E, mesmo assim, ele ficou (ou melhor, tentou) na nossa rodinha. Meia hora depois, quando ninguém conversava mais com ele, o cara se tocou e seguiu seu caminho.

Depois, percebemos um coroa, com uma pinta de gringo. Alto, com pele alva e olhos bem azuis. Ele tinha um chapéu na cabeça e um gingado de tirar o fôlego quem o observava.

Uma das minhas amigas achava que ele era brasileiro, apesar de toda pinta belga do coroa. Já podem imaginar né, quando ele passou por nós, disparei: "posso fazer uma pergunta? Você é brasileiro?"

O coroa riu e respondeu de forma gentil que sim. Além de carioca, o cara é passista da Mangueira há 35 anos. Daí tamanho gingado. Ele ficou muiiiiiito interessado na minha amiga. Coitado, não sacou que não teria nenhuma chance. Mas, ok, pela simpatia do moço, ele ganhou uma dança. Aliás, várias pq ele é bom de samba e ela não é boba nem nada.

Depois que os moçoilos do salão perceberam que eu e minhas amigas eram do babado, começaram a nos tirar pra dançar... daí virei um peão. Sério, um cara de nome impronunciável, que já fez todos os módulos de dança do Carlinhos de Jesus, deu uma verdadeira aula pra mim e minhas amigas.

Acredite, mesmo depois de o show ter acabado, continuamos dançando. E aí foi de um tudo, dancei até forró. O cara me rodava pelo salão, já vazio, e algumas pessoas nas mesas observavam. Foium show. Na certa achavam que eu e ele éramos um daqueles pares que frequentam este tipo de baile só para se exibir.

Sério, em determinado momento cheguei a ficar tonta. Sorte a dele que só tinha bebido uma caipirinha. A noite, como podem perceber, foi ótima. Tudo o que eu precisava era de um cara que me rodasse tanto que me levasse a outra dimensão... Amei. Hoje, tem mais..

quinta-feira, 16 de outubro de 2008


Em época de campanha, 'candidatos' dão bom dia até para manequim em porta de loja.


QUE COISA CHIC!

Recebi por mail. Sensacional !!
DEPOIS DA MULHER SAMAMBAIA, MULHER MELANCIA E MULHER MORANGO, VEM AÍ... A MULHER SOFÁ







Limpeza..

Estou limpando minha vida. Hj cedo, limpei minha casa. To planejando limpar meu carro (acredito isso é muito profundo pra mim rs). Decidi tb limpar minha caixa postal. Fui ao itens enviados do gmail e comecei a selecionar o que mandaria pro lixo em definitivo. Entre as muitas coisas achei este texto, que não sei se é mesmo de autoria do Jabour, que enviei para um amigo há um tempo. Acho válido publicar novamente. Ressalto que não concordo com boa parte do que está escrito...


Evite ser traído. (Arnaldo Jabour)

Às amigas e amigos modernos: não deixem de ler. Para as mulheres, uma verdade! Para os homens, a realidade!

Você, homem da atualidade, vem se surpreendendo diuturnamente com o nível" intelectual, cultural e, principalmente,"liberal" de sua mulher, namorada etc...

Às vezes sequer sabe como agir, e lá no fundinho tem aquele medo de ser traído ou nos termos usuais "corneado". Saiba de uma coisa... Esse risco é iminente, a probabilidade disso acontecer é muito grande, e só cabe a você, e a ninguém mais evitar que isso aconteça ou então, assumir seu "chifre" em alto e bom som.

Você deve estar perguntando porque eu gastaria meu precioso tempo falando sobre isso. Entretanto, a aflição masculina diante da traição vem me chamando a atenção já há tempos. Mas o que seria uma "mulher moderna"?

A princípio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde (e nem tem) tempo com/para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho engrandece, que é independente sentimentalmente dos outros, que é corajosa, companheira, confidente, amante...

É aquela que às vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e de correr prós seus braços... É aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte emeiga, desarrumada e linda... Enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem deninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer...

Assim, após um processo "investigatório" junto a essas "mulheres modernas" pude constatar o pior. VOCÊ SERÁ (OU É???) "corno", aomenos que: Nunca deixe uma "mulher moderna" insegura. Antigamente elas choravam. Hoje elas simplesmente traem, sem dó nem piedade. Não ache que ela tem poderes "adivinhatórios". Ela tem de saber da sua boca o quanto você gosta dela. Qualquer dúvida neste sentido poderá levar às conseqüências expostas acima. Não ache que é normal sair com os amigos (seja pra beber, pra jogar futebol) mais do que duas vezes por semana, três vezes então, é assinar atestado de "chifrudo".

As "mulheres modernas" dificilmente andam implicando com isso, entretanto, elas são categoricamente "cheias de amor pra dar" e precisam da "presença masculina". Se não for a sua meu amigo... Bem... Satisfaça-a sexualmente. Mas não finja satisfazê-la.

As "mulheres modernas" têm um pique absurdo em relação ao sexo e, principalmente dos 35 aos 45 anos, elas pensam e querem fazer sexo TODOS OS DIAS (pasmem, mas é a pura verdade)... Bom, nem precisa dizer que se não for com você... Lhe dê atenção. Mas principalmente faça com que ela perceba isso.

Garanhões mau (ou bem) intencionados sempre existem, e estes quando querem são peritos em levar uma mulher às nuvens. Então, leve-a você, afinal, ela é sua ou não é????Nem pense em provocar "ciuminhos" vãos. Como pude constatar, mulher insegura é uma máquina colocadora de chifres.

Em hipótese alguma deixe-a desconfiar do fato devocê estar saindo com outra. Essa mera suposição da parte delas dá ensejo ao um "chifre" tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém MUITO MAIS "comedor" do que você... só que o prato principal, bem... dessa vez é a SUA mulher.

Sabe aquele bonitão que você sabe que sairia com a sua mulher a qualquer hora? Bem... de repente a recíproca também pode ser verdadeira. Basta ela, só por um segundo, achar que você merece... Quando você reparar... já foi. Tente estar menos "cansado".

A "mulher moderna" também trabalhou o dia inteiro e, provavelmente, ainda tem fôlego para como diziam os homens de antigamente "dar uma", para depois, virar de lado e simplesmente dormir. Volte a fazer coisas do começo da relação. Se quando começaram a sair viviam se cruzando em "baladas", "se pegando" em lugares inusitados, trocavam e-mails ou telefonemas picantes, a chance dela gostar disso é muito grande, e a de sentir falta disso então é imensa.

A "mulher moderna" não pode sentir falta dessas coisas... senão... Bem amigos, aplica-se, finalmente, o tão famoso jargão "quem não dá assistência, abre concorrência e perde a preferência". Deste modo, se você está ao lado de uma mulher de tem plena consciência de que, atualmente o mercado não está pra peixe falemos de qualidade, pense bem antes de dar alguma dessas "mancadas"...

Proteja-a, ame-a, e principalmente, faça-a saber disso. Ela vai pensar milhões de vezes antes de dar bola pra aquele "bonitão" que vive enchendo-a de olhares... e vai continuar, sem dúvidas, olhando só pra você!!! "Quem não se dedica, se complica." Como diz uma amiga: MULHER NÃO TRAI, APENAS SE VINGA.
DEIXE IR...
Texto de Brian Bacon

Você não pode controlar os elementos, as circunstâncias, os eventos de sua vida.
Você também não pode controlar os relacionamentos, porque você não pode controlar os outros.
A única coisa que você pode fazer é controlar a si mesmo. Tentar controlar o comportamento de alguém? Controlar as reações e respostas das outras pessoas?
Deixe ir.
Permita que o plano da sua vida assuma viradas inesperadas.
Permita que a direção dos projetos que você pensou que seriam estáveis sejam instáveis.
Isso é entender o tempo.

Sensacional !!!!!!!!!!!!!

Adoro a imprensa de uma forma geral. Dá uma sacada nesta chamada do G1: "Amante mata 2º amante de mulher e é preso Segundo a polícia, mulher casada tinha dois amantes e um deles teve uma crise de ciúmes."

Na boa, a mulher perdeu os dois amantes e ainda vai ter de aguentar um marido que, agora, sabe que é corno. ahahahaha adorei !
Hoje o dia promete, se quiser me manda um mail

... para ler e pensar...

"A busca da verdade não é para qualquer um, nem mesmo durante esta época em que tudo é para todo mundo."

"Ter filho é como fazer uma tatuagem na cara. Você precisa realmente ter certeza de que é isso que você quer antes de se comprometer."

"Um amor desesperado é sempre o tipo mais difícil de amor.... No amor desesperado, nós sempre inventamos os personagens dos nossos parceiros, exigindo que eles sejam o que precisamos que sejam, e depois ficamos arrasados quando eles se recusam a desempenhar o papel que nós mesmo criamos."

"divórcio (experiência de vida que meu amigo Brian comparou a 'ter um acidente de carro gravíssimo todo santo dia durante mais ou menos dois anos')".

"Meu rosto é um transmissor transparente de cada pensamento meu."

"Venho de uma longa linhagem de pessoas supercumpridoras do seu dever."

"Então fique sozinha, Liz. Aprenda a lidar com a solidão. Aprenda a conhecer a solidão. Acostume-se a ela, pela primeira vez na sua vida. Bem vinda à experiência humana. Mas nunca mais use seu corpo ou as emoções de outra pessoa como um modo de satisfazer seus próprios anseios não-realizados."

"A gente não é o que o outro precisa"

Sobre o fim do casamento: "É o impacto emocional que é de matar, o choque de sair do caminho conhecido de um estilo de vida convencional e perder todos os agradáveis confortos que mantêm tanta gente nesse caminho para sempre."

"Virginia Woolf escreveu: 'Sobre o imenso continente da vida de uma mulher recai a sombra de uma espada'. De um lado dessa espada, disse ela, estão a convenção, a tradição e a ordem, onde 'tudo é correto'. Mas, do outro lado dessa espada, se você for louca o suficiente para atravessar a sombra e escolher uma vida que não segue a convenção, 'tudo é confusão'. Nada segue um curso regular'."

"É melhor viver o seu próprio destino de forma imperfeita do que viver a imitação da vida de outra pessoa com perfeição"

"Acreditamos equivocadamente que nossos pequenos e limitados egos constituem toda a nossa natureza."

Bem, vocês leitores já devem ter percebido que copiei algumas citações. São todas do livro "Comer, rezar, amar" que gostaria de compartilhar com vocês. Nem preciso dizer que me identifico 100% com cada uma delas. Aposto que algumas amigas vão sentir o mesmo.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Pára tudo !!!!

Vou ao banheiro em pleno fechamento dar aquela aliviada na bexiga e vejo uma colega de trabalho tomando um verdadeiro banho na pia. Isso mesmo. Era água e sabão no suvaco, papel higiênico... tudo para sair com um gatinho. Aliás, acho que este banho de gato vai render rs.

EU QUERO !!!!



Se você vir por aí, please, compra pra mim. Quero um calendário deste simplesmente porque amo estourar estas bolinhas.

ahahahaha

To passando mal de tanto rir com este post do Homem é tudo palhaço. Sensacional. Tomei a liberdade de copiar aqui. O link pro blog tá aí ao lado. Se puder, faça uma visita. Imperdível !


Depois do sucesso do Palhaço Doidão, o Palhaço Bebum com vontade de fazer cocô

Essa foi narrada aos risos pelo casal protagonista, que são meus amigos e, como eu, têm pouca vergonha na cara. Ela é uma próspera empresária do ramo circense, já ele, é artista de talento incomum.

Outro dia foi aniversário de Narinha, a nossa Narinha, portanto evento imperdível. Eis o impasse: eles têm um filho pequeno e nem sempre as avós estão disponíveis, exatamente como aconteceu nesta ocasião. A solução foi ele, que era mais amigo, ir na festa e ela ficar em casa com o rebento. Se o aniversariante fosse mais amigo dela aconteceria o inverso. Só que a moça tava passando por uma fase difícil e tinha pedido a ele pra não ir à festa. Ele argumentou que aniversário de Narinha era inegociável. Até aí, normal.

O negócio é que, além de palhaço, o bruto é meio pangaré e esqueceu a chave em casa. Ligou pra patroa avisando que tocaria o interfone, já que o prédio não tem porteiro 24h, e ela replicou que então ele não chegasse muito tarde. Ahã. Ele e o curupira.

A festa foi no Trapiche Gamboa: dançamos, bebemos, conversamos, rimos. Quando acabou, por volta de 4h da manhã, todos queriam mais. Na ida meu celular tocou, era minha amiga Empresária Circense, pedindo pra eu avisar ao marido dela, que não atendia o celular, que ela ia dormir. Ele tava no outro táxi e dei o recado quando descemos. Rumamos pra Lapa, pro nosso antigo escritório: e tome chope na Taberna do Juca. Quando fomos expulsos, com o dia clareando, alguns ainda queriam mais, então os poucos guerreiros sobreviventes fomos trocando as pernas pra Casa da Cachaça, nosso escritório 24h. Quando começou a chover resolvi ir pra casa vomitar e dormir. Meu amigo sem chave ainda perseverou mais alguns copos.

Quando chegou em casa, trôpego, mal conseguindo dizer pro taxista onde morava, tocou o interfone. Respeitável público, agora começa o espetáculo. A patroa, muito puta nas calcinhas, mandou logo "Bonito, né? Isso são horas? Agora espera o porteiro chegar aí pra aprender a não esquecer a chave".

- Abre! Vc precisa abrir a porta pra mim - quase implorou o palhaço.
- Ah, é? Então me dá um bom motivo pra eu abrir a porta pra você?
- Porque eu te amo!!!!!!!!!
Gargalhada dela no interfone.
- Esse não vale, me dá outro.
- Porque eu quero fazer cocô!!!!!!!
- Pois então vai cagar nas calças aí embaixo e ficar esperando o porteiro chegar.

Pois é, amigos deste circo. Você casa com uma pessoa, tem um filho lindo, divide alegrias e tristezas para um dia ele colocar no mesmo patamar te amar e estar com vontade de fazer cocô.

Hj é..

.... também dia deBlog Action Day, onde todos os blogs devem falar sobre o mesmo tema. Este ano o tema escolhido foi pobreza... tema farto para brasileiros de mesas não tão fartas assim.

Mas, apesar da grande quantidade de pessoas morrendo de fome no Rio, no Brasil e no mundo, prefiro falar de outro tipo de pobreza, a de espírito.

Não consigo entender gente assim. Sério. Tento. Me esforço, mas não rola. E como a fase tá negra, quanto mais fujo, mais assombração aparece. O que tem de pobres de espírito, de humor, de boa vontade ao meu lado. Só me resta rezar pra uruca ir pra bem longe de mim.

Dia do Professor....

... Tem tanto que não estudo que só lembrei agora que hoje é Dia dos Professores. Parabéns a todos eles !

Passado...

... uma amiga se divertiu às minhas custas hj. Me mandou uma foto por msn. Baixei na mesma hora pra ver o que era e adivinha ... ela me mandou a foto de um carinha que peguei este ano. Uma coisa meio nada a ver que aconteceu na minha vida e que ela, gentilmente, fez questão de me lembrar. Serviu pra eu rir. Aliás, rir não, dei uma gargalhada quando olhei a foto.

O curioso é: por que ela tem uma foto dele nos documentos do computador dela????? ahahah Sensacional !!!

Sei que para os leitores que não conhecem a história, o fato não é nem um pouco interessante. Mas há alguns que, certamente, sabem de quem estou falando. Isso mesmo. Nem preciso dar nome. Do carinha que troquei por outro em uma night qualquer. Papelão, eu sei. Mas vai entender as razões tolas do coração. Naquela noite fui uma verdadeira cachorra. Mas, ok, vida que segue. Os homens vivem fazendo este tipo de coisa com nós, mulheres, e ainda posam de picão pros amigos.

PS: A foto em questão foi tirada em um baile de Carnaval, na Lapa, e foi meu primeiro evento sem a vesícula. Um marco na minha vida rs.

nova definição...

..... meu amigo virtual acaba de deixar no meu Orkut uma nova definição.

"É inebriante ler tuas aventuras e desventuras, e isso de uma "psicodélica - chic - feminista", pois essa definição cai bem melhor que a de anarquista feminista e etc. "

Tenho que concordar que esta é melhor que a anterior. Mas é apenas uma parte de mim...Ah, se ele soubesse rs....

Alowwwwwww publicitários...

... sabe, tem uma coisa que não entendo no mercado publicitário. Eles contratam a peso de ouro alguns astros reconhecidos internacionalmente e, apesar de pagar tanto (cifras que jamais penso em ter na conta bancária) nossos publicitários colocam legenda nas fotos. Isso mesmo, legenda.

Ontem, no shopping, vi um mega poster do Kaká. Era uma propaganda de uma ótica. Precisava ter uma legenda? Será que as pessoas não sabem que ele é o Kaká? Se não sabem, pra que pagar tanto pra ele posar com um óculos? Não seria mais em conta contratar um modelo bonitinho?

Hoje, lendo uma revista feminina, vi o mesmo e, acredite, com Gisel Bundchen. A pantene pagou caríssimo para anunciar seus shampus ao lado dos cachos da bela e, no pé da foto, uma pequena legenda a indentificava. OK OK, quando o mundo tiver lógica, me avisem.

Mais um...

... hoje recebi outro mail que, obviamente, não era endereçado para mim. Eis:

"Olá Renata, tudo bem , eu não tenho a dieta para fazer a lista de compras, ninguém me enviou a dieta.Também não consegui ver nada do trabalho que você enviou,o e-mail não abriu.Faço a lista de compras amanhã no decorrer da aula, tentei falar com você e Mariane mas não consegui. beijos :Waldina "

OK Waldina, não sei mesmo do que se trata. Não enviei trabalho algum... será que é tão difícil vc perceber que, se alguma Renata te enviou uma mensagem, basta vc clicar em responder no seu mail... assim, garanto, ela receberá a mensagem !!!

Cegueira ...

Ontem saí cedo do trabalho. Inédito, eu sei. Por isso mesmo fui correndo ao Shopping Leblon fazer algo que há muito era impossível: fui ao cinema. Assisti "Ensaio sobre a cegueira" e, como quase todos que já viram o filme, ADOREI !!!

O roteiro é foda e também não poderia ser diferente já que é baseado no livro de Saramago, de mesmo nome do filme . As interpretações também impressionam. Sempre adorei o trabalho de Mark Ruffalo (além de achá-lo gato) e ele está maravilhoso. Julianne Moore está precisa como a esposa do médico, a única que não é atingida pela epidemia. Suas expressões, o tom de voz... tudo magistral.

A direção de Fernando Meirelles é primorosa. Sim, há cenas incômodas demais. O pior é pensar que aquilo tudo poderia se tornar real caso uma epidemia de cegueira tomasse conta do mundo. Não pude deixar de fazer um paralelo com algumas situações reais. Deve ser, de fato, muito ruim ser a única pessoa a enxergar em meio ao caos. Talvez tão ou mais ruim quanto ser cega. Se puder, vá assistir !

"Se puderes olhar, vê. Se podes ver, repara.", El-Rei Dom Duarte.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

...

Acabei de ver o carinha do Comercial, de novo, nas escadas. Acho que não vou mais circular pelos corredores rs. Que constrangimento rs.

$$$$$$$$$$$$$$$$

Acho que vou ficar milionária !!!! Uma amiga acaba de lembrar por msn que a megasena está acumulada. Vou jogar. Se a máxima sorte no jogo, azar no amor estiver valendo... tenho 99,9% de chances de levar a bolada rs.

Dia das crianças...

.... caros, muito bom o Dia das Crianças. Além de ter dado muitos presentes para a minha sobrinha, eu ganhei um presente. Minha mãe me deu uma sandália linda, preta, de salto, um must. Bom saber que aos 31 anos a gente ainda pode ganhar presente no Dia das Crianças.

Constrangimento...

... algumas situações nos colocam em verdadeiras sinucas de bico. As festas de fim de ano das empresas costumam criar este tipo de cenário rs. Eu, por exemplo, me vejo toda hora em situação de desconforto e tudo pq me atraquei com o bonitinho do Comercial aqui do jornal. E olha que nem lembro o nome dele (aposto que ele tb não lembra o meu). O fato é que toda vez que nos encontramos rola aquele cumprimento por obrigação, aquela coisa meio chata de "Oi, tudo bem?" e que não quer dizer nada. Sim. Pq mesmo que a vida do cara esteja uma merda, ele não vai me contar. A recíproca é verdadeira.

Agora, por exemplo. Acabo de voltar do almoço e cruzei com ele pela escada. Como bom moço, ele mandou a perguntinha clássica. Fiz o mesmo. Já pensou se eu parasse ele no meio da escada e começasse a falar: "Não. Não está tudo bem. Acontece isso, isso e mais isso na minha vida". Como será que ele reagiria? Ma acharia louca, isso é fato. Mas, e de resto? Será que iria ouvir? Será que me dispensaria com um tb clássico "Agora não dá, estou ocupado?".

Que vida estranha né? A sociedade nos impõem comportamentos totalmente descabidos. Pior é que a gente aceita.

Outro dia, no samba, encontrei tb um carinha com quem ficava. Rolou um desconforto de ambas as partes. Ele não sabia como falar comigo. E eu não tinha idéia do que dizer. Que merda isso ! Seria mais fácil se a sociedade aceitasse todos os tipos de comportamento. Se não nos julgasse. Enfim, impossível... vou levando.

Leitura


Domingo entrei na livraria decidida a sair com algo nas mãos. Comprei "Comer, Rezar, Amar", de Elizabeth Gilbert. Geralmente tenho uma certa resistência com estes livros que vendem 53454 milhões de cópias no mundo, mas decidi ceder. Comprei e estou achando a história bem interessante.
Ela enfrentou um divórcio, uma depressão e outro amor fracassado. Até que decidiu livrar-se de todos os bens materiais, demitiu-se do emprego, e partiu para uma viagem de um ano pelo mundo – sozinha !! Inspirador !! Acredite. Quem me conhece bem deve entender os motivos pelos quais estou gostando da leitura. Ela passa um ano entre Itália, Índia e Indonésia. Sensacional. Quero o mesmo pra mim. Só não sei como viabilizar ainda rs. Estou na página 100, quase terminando a passagem dela pela Itália. Depois, prometo colocar aqui alguns trechos. Sim, pq estou marcando algumas frases que, pra mim, soam como importantes. Vou dividir com vcs alguns trechos.
E podem me criticar, sem problemas. Sei que muitos vão dizer que este livro é isso ou aquilo. To cagando baldes de merda de cavalo rs.

JH

Alguém sabe dizer porque o Jornal Hoje é tão chato?? Caráio. Parece ser um jornal pras donas de casa, mas praquelas que são burras. Nossa. Quanto informação fútil. How Bizarre !!! A economia do mundo desabando. Eleições no país, nos EUA, e neguinho dando receita de comida em um telejornal ????

Nights frenéticas..

.... semana passada foi frenética. Muitos eventos. Saí de segunda a quinta. Precisei parar na sexta pra dar uma respirada, mas, sábado, já estava de volta.

Boa parte dos eventos foi fruto dos 23223 mil aniversários que tenho para ir este mês. Sério. Não tinha me dado conta, mas estou cercada de librianos. Terça, foi niver de três deles. Na quinta, de outras duas. E olha que não estou citando aqui as festas para as quais fui convidada, mas não pude ir. Afinal, o corpo precisa descansar.

De todas, a mais divertida foi a festa de quinta. Monique e Rachel deram um festão. Levei três amigos e nos divertimos demais. Sério. O improvável aconteceu. Não estou brincando. Até um amigo gay se apaixonou por uma amiga minha. Disse que, por ela, voltaria a sair com mulheres. O cara tá apaixonado. Já ligou pra ela... vive me perguntando dela. O amor não é lindo? SIMMMMm É capaz de fazer um gay se apaixonar de novo por uma mulher. Isso é que é salvação. Duvido que a Igreja Universal consiga converter os pecadores em tamanha velocidade rs. Tudo graças ao clima da festa das meninas.

E as performances? Sim, pq nunca fui a uma festa onde a dança era expressada de forma tão intensa. Alguns subiram nas cadeiras. Outros, ao ouvir os primeiros acordes de algumas músicas, simulavam os mais bizarros e engraçados movimentos. Nunca vi nada parecido.

Sem contar com o casal punk e mais romântico da noite. Ah! Por falar em coisas gays, um coleguinha do jornal O Globo ficou bobo (de queixo caído mesmo) ao levar um mega-ultra-hiper beijo na boca de uma amiga que é lésbica. Ele ficou tão embasbacado. Adorou! Queria mais. Só que a moça em questão é irmã da melhor amiga dele e as duas não se falam pq uma roubou a namorada da outra. Isso mesmo. As irmãs são lésbicas e não se falam por causa de uma mulher. Sensacional !!! Como me diverti na festa.

Na terça, o balaco foi em um bar mesmo. No Catete. O impressionante foi que bebi meia garrafa de vinho e fiquei ótima. No dia seguinte estava linda e bela no trabalho. Sem dor de cabeça. Sem atraso algum. Muito foda rs.

O evento de segunda foi o de sempre: papo na casa da Dani. Já virou um clássico !

Quarta fui a uma festa da Nextel no MAM. Era para celebrar a parceria Cartola-Cazuza. Algumas coisas chamaram muito a minha atenção. O que era a Marrom, ela mesmo, a Alcione? A mulher está tão esticada, tão loira, que mais parece um mix de Preta Gil com Hebe Camargo. Isso sem falar no olho de japonesa. Sim, ela tá meio nipônica rs.

E Tony Garrido? Nossa, mesmo errando a hora de entrar, não é que o cara manda bem cantando Cartola? O cara é um artista completo.

Mas, impressionante mesmo foi o cantor Moysés Marques. Ele tem o mesmo timbre do Cazuza. O cara é foda. Saí de lá apaixonada por ele. Detalhe: ele foi pra Lapa de carona no meu carro. Isso mesmo, sentado ao meu lado e eu quase morrendo por dentro rs. O cara é foda no palco e é um fofo na vida real. Adorei as histórias que ele contou. Fudeu ! To gamada rs.

Update: Na festa de quinta... esqueci de contar que acabei a noite comendo um podrão em uma esquina qq da Tijuca e que meu amigo gay queria que eu dormisse na casa dele. Sensacional.

Voltei...

.... sim, estava sumida. Eu sei. Já tomei esporro de alguns leitores. Mas cá estou novamente. Vida corrida, muitos eventos, muitos problemas, mas nada que valha a pena comentar. Nada que me tire o sono. Só tirou um pouco o tempo de vir aqui, postar. Agora que voltei.... se prepara pq tenho muito a escrever rs. Tá tudo acumulado.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Como entender a crise americana...

.... Karla me mandou esta por mail. Adorei. É uma forma didática de explicar a crise americana. É assim:

O seu Biu tem um bar, na Vila Carrapato, e decide que vaivender cachaça "na caderneta" aos seus leais fregueses, todos bêbados, quase todos desempregados. Porque decide vender a crédito, ele pode aumentar um pouquinho o preço da dose da branquinha (a diferença é o sobrepreço que ospinguços pagam pelo crédito).

O gerente do banco do seu Biu, um ousado administrador formado emcurso de emibiêi, decide que as cadernetas das dívidas do bar constituem, afinal, um ativo recebível, e começa a adiantar dinheiro ao estabelecimento tendo o pindura dos pinguços como garantia.

Uns seis zécutivos de bancos, mais adiante, lastreiam os taisrecebíveis do banco, e os transformam em CDB, CDO, CCD, UTI,OVNI,SOS, ou qualquer outro acrônimo financeiro que ninguém sabe exatamente o que quer dizer. Esses adicionais instrumentos financeiros, alavancam o mercado de capitais e conduzem a operações estruturadas de derivativos,na BM&F, cujo lastro inicial todo mundo desconhece (as tais cadernetas do seu Biu).

Esses derivativos estão sendo negociados como se fossem títulos sérios, com fortes garantias reais, nos mercados de 73 países. Até que alguém descobre que os bêubo da Vila Carrapato não têm dinheiro para pagar as contas, e o Bar do seu Biu vai à falência. E toda a cadeiasifu.

Um pouco de bobagem...


... para aliviar as tensões do dia. Acredite, são muitas. Adoro o Kibeloko e este post aí de cima está mais que engraçado. Sensacional !!!!!


Lindo e comovente

Hoje, Dani, me apresentou ao blog de Cristiana Guerra. Primeiro um bem fútil, mas divertido, onde ela fotografa as roupas que vai usar no trabalho e coloca na internet. mas o outro... bem, me tirou o ar, me encheu os olhos de lágrimas.

Ela fez um blog para que o filho Francisco, que nasceu dois meses após a morte súbita do pai, conheça um pouco da história do casal. É comovente, lindo, sensível,... já tá na minha lista de links. Alguns trechos são bárbaros. A autora está de parabéns pela coragem, pelo exemplo e pela forma carinhosa com que escreve sobre o marido, com o cuidado que tem em deixar registrado para o filho coisas que, provavelmente, seriam esquecidas com o tempo.

Ali, ela narra músicas, encontros, detalhes. A impressão que tive do pouco que li é que ela e o marido não tinham uma relação tão fácil. Haviam problemas, muitos, até mesmo dúvidas sobre se ficaram juntos ou não. Foram idas e vindas, mas eles se amavam e, hoje, Francisco, que tem trejeitos do pai, é prova deste amor, de um amor que demonstra falta de regras ou justiça nas relações.

Nem todos devem ser iguais. Nem todos os relacionamentos precisam começar ou terminar da mesma forma. Cada um tem sua história particular, seu caminho, sua vida. Muito lindo. Leitura mais do que recomendada.

Eu sou neguinha?

Mariana, amiga querida de longa data e para todas as horas, me deixou um scrap no Orkut dizendo que eu precisava ouvir a música Eu sou Neguinha, de Vanessa da Mata. Disse que era a minha cara. Fui checar. A música é boa e sim, é a minha cara. Escrita por Caetano Veloso, gênio. Eis a letra. Quem tiver curiosidade pode assistir ao clipe no Youtube.

Eu Sou Neguinha? Vanessa Da Mata Composição: Caetano Veloso

Eu tava encostado ali minha guitarra
num quadrado branco, vídeo papelão
eu era um enigma, uma interrogação
olha que coisa
mas que coisa à toa, boa, boa, boa, boa, boa
eu tava com graça...
tava por acaso ali, não era nada
bunda de mulata, muque de peão
tava em Madureira, tava na Bahia
no Beaubourg, no Bronx, no Brás
e eu, e eu, e eu, e eu
a me perguntar

eu sou neguinha?
era uma mensagem
lia uma mensagem
parece bobagem mas não era não
eu não decifrava, eu não conseguia
mas aquilo ia, e eu ia, e eu ia, e eu ia, e eu ia
eu me perguntava

era um gesto hippie, um desenho estranho
homens trabalhando, para e contramão
e era uma alegria, era uma esperança
era dança e dança ou não, ou não, ou não, ou não, ou não
tava perguntado:
eu sou neguinha?
eu sou neguinha?
sou neguinha.......
eu sou neguinha?
sou neguinha.......

eu tava rezando ali completamente
um crente, uma lente, era uma visão
totalmente terceiro sexo
totalmente terceiro mundo terceiro milênio
carne nua, nua, nua, nua, nua, nua
era tão gozado
era um trio elétrico, era fantasia
escola de samba na televisão
cruz no fim do túnel, beco sem saída
e eu era a saída, melodia, meio-dia, dia, dia, dia
era o que eu dizia:
eu sou neguinha?

mas via outras coisas: via o moço forte
e a mulher macia den'da escuridão
via o que é visível, via o que não via
e o que poesia e a profecia não vêem
mas vêem, vêem, vêem, vêem, vêem
é o que parecia
que as coisas conversam coisas surpreendentes
fatalmente erram, acham solução
e que o mesmo signo que eu tento ler e ser
é apenas um possível e o impossível
em mim, em mil, em mil, em mil, em mil
e a pergunta vinha:
eu sou neguinha?

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Satisfeita.

... não sei se devo, mas vou publicar assim mesmo: Fiquei satisfeita com o resultado da eleição para prefeito no Rio. Acho que o segundo justo é mais do que justo. Agora, Paes e Gabeira poderão se enfrentar, de igual para igual, espero. Um jogo limpo e democrático como o Rio merece...

... sobre a eleição para vereadores.. aí a coisa pega. Foda. Injusta. Mas ok, vale o jogo ... são as regras.

domingo, 5 de outubro de 2008

Estresse...

... é a melhor definição do momento !

Louca....

... é hoje ou nunca mais que fico louca. Sério. Plantão de eleição bizarro. Desde 8 da matina tem neguinho ligando pro meu celular e as perguntas são as mais variadas possíveis. Coisas importantes e,claro, as bizarras e desnecessárias. Tento resolver e acho que to conseguindo.

Uma coisa é fato: vou ser declarada a megera da redação ao fim do dia. Já dei meus ataques de perereca com alguns repórteres, fotógrafos, motoristas. Tem gente muito sem noção rs. Acho que eles não entendem que estou cumprindo ordens. Fazer o que? Deus tá vendo rs.

Perfeito...

.... Eis o trânsito que recebi hoje do Personare. Veio a calhar, acredite:

"A Lua, transitando pela Casa 2 entre os dias 05/10 e 07/10, entra em sua fase de "quarto-crescente", e forma tensão ao Sol na Casa 11. Neste momento, atenção: nada de emprestar dinheiro a amigos, nem tampouco de pegar emprestado! Cuidado para não se deixar envolver demasiadamente nos problemas de seus amigos, a ponto de terminar se prejudicando. Por mais que você os ame, é inteligente saber estabelecer limites. A Lua na Casa 2 solicita que você se preserve, mas você pode sentir culpa por não "resolver" os problemas alheios. Lembre-se, todavia, que os problemas dos outros só podem ser efetivamente solucionados por eles mesmos. Saiba preservar seus interesses. Como a Lua entra em sua fase crescente, é provável que você venha a sentir alguma fadiga e perda de energia, e se isso ocorrer você perceberá que tem a ver com algum problema de algum amigo seu"

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Você sai do subúrbio, mas...

... tenho uma amiga que tem cara do Alto Leblon, cabelo do Alto Leblon, roupas do Alto Leblon, corpo do Alto Leblon e pose do Alto Leblon, ok, um namorado com cara da Tijuca (To zoando hein JM rs), mas sabe como é, ela nasceu no subúrbio e, por mais que queira, o subúrbio não larga do pé dela.

A moça que fez um upgrade da Penha para Laranjeiras se viu hoje com um dilema: sua empregada também teve um upgrade (se é que podemos chamar assim). A moça saiu de um quarto e sala em Ramos (onde morava com marido e filhos) para um apt em Brás de Pina, ou, para os íntimos, BP. Com a mudança, o custo da passagem da moça vai dobrar e minha amiga alta, magra e linda, sofrerá uma facada rs. Coitada. Menos um vestidinho no armário.

Não sei quanto a vocês, leitores, mas eu conheço bem Brás de Pina. Já fui algumas vezes por aquela banda. Por isso eu, que já morei em Higienópolis, na Ilha do Governador e que estudei 11 anos, isso mesmo, 11 anos em Ramos, sei bem o que é ser perseguida pelo subúrbio rs. No bom sentido, claro. Força amiga rs.. logo, logo vc vai esquecer a facada no bolso. Pense positivo que vc conseguirá um aumento rs.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

A GENTE SEMPRE SE SURPREENDE COM OS OUTROS E, PIOR, CONOSCO !
"Hoje eu acordei com uma puta dor de cabeça, o duro não foi a dor de cabeça, descobri que estava casada o droga!!!!!!!! " Este recado estava postado hoje no site Vida de Louco. Como descobri? Num anúncio do Google aqui no blog mesmo. Nem preciso dizer que me identifiquei com o site. Sim, tenho uma vida de louco, mas acho que não me cadastraria num site pra contar isso. Já tenho meu blog e, no mais, conto pessoalmente mesmo aos mais chegados rs.

Mas, vale a pena dar uma conferida. Tem umas bobagens, outras coisas divertidas (tá na cara que tem gente que entra pra zoar) e os malucos de carteirinha mesmo, neguinho que acha que tá no cinema e joga colchão pela janela do segundo andar de um prédio. Pinel neles ! rs

Vale a pena conferir...





... tenho uma amiga, já escrevi sobre ela aqui, que é muito talentosa. Muito mesmo. Estou falando de Camila Marcondes. Ela vai participar de um evento de moda para vender alguns de seus produtos. O que acham de dar uma pinta por lá (com dinheiro, claro) e fazer umas comprinhas. Vale adiantar as compras do Natal. O preço é camarada e o produto de altíssima qualidade e com design exclusivo. Anote o dia e endereço: 10 e 11 de outubro, das 12h às 22h, na Rua do Pinheiro 10, Flamengo.
A Camila, dona da HEFESTOS DESIGN, é tão talentosa que tem como clientes, lojas como SACADA, WOLLNER, RUDGE, RICHARDS e LENNY. O que vc tá esperando? Vai pagar mais caro nas lojas por que?






sobre a noite de ontem ...

There are no promisses I keep!

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Post copiado...

.... descaradamente do Querido Leitor. É um serviço de utilidade pública. São regras de convivência.

ELEVADOR
1.Quem está dentro do elevador tem prioridade sobre quem vai entrar. Assim, quando o elevador chegar sempre deixe que as pessoas saiam primeiro e, depois, entre. A regra é universal, primeiro a claustrofobia.

ESCADA ROLANTE
2.Nunca pare no alto da escada rolante. A escada é rolante. Você pára mas ela continua rolando as pessoas atrás de você. Se você não sabe se vai para a direita ou para a esquerda, vá para frente. Mas não pare no alto da escada rolante, nunca. A menos que você queira ter duzentas pessoas abalroadas na sua bunda.

BANHEIRO
3.Dê descarga, jogue o papel usado no cesto, não deixe seus dejetos à mostra. Se precisar faça como o gato, enterre o que você fez. Cubra sua obra. Ninguém quer ver sua arte. Na saída, lave as mãos. Com sabão. Passar água só pra fazer barulho não adianta. Micróbios e germes não tem ouvidos.

CACHORRO
4.Não deixe cocô do seu cachorro na rua. Tenha cachorro, leve-o para passear mas recolha o cocô que ele faz. D'us do céu, se um ser humano adulto, consciente não sabe que merda é suja, então o que é que ele aprendeu nesta vida?

ERROS
5.Admita que errou. Assuma. Não jogue a culpa nos outros. A pessoa que não admite seu erro e ainda culpa os outros tem a mesma índole da que não recolhe o cocô do cachorro na rua. São pessoas que simplesmente não recolhem a merda que deixaram para trás. Como? Cocô não tem mais acento circunflexo? Errei.

Castelos de areia e abismos

Semana passada conversei muito com alguns amigos sobre relacionamentos. Ao vivo, por telefone, por msn. Pouco importa o meio, o tema central era as idas e vindas de alguns casos, sobre ser e estar só,... de tudo um pouco.

O que me impressiona bastante é que diversos amigos se contentam com relacionamentos ruins. Eles estão 'aparentemente felizes' em seus castelos de areia. Enclausurados em relações frágeis e insustentáveis. Mulheres e homens, acredite.

As mulheres, no geral, aguentam grosserias despropositadas, totalmente fora de hora. Abrem mão de suas vidas próprias. Já não saem com a mesma freqüência, não fazem mais programas que gostam. Ficaram reféns. Reféns de telefonemas, da boa vontade dos caras de fazer algumas coisas. Poucas reclamam comigo, claro, porque sabem que vão ouvir o que não querem, o que já sabem, mas não têm coragem de admitir. Estão lá, em seus castelos de areia, achando tudo lindo e belo. Mas, a meu ver, basta um sopro mais forte e... vcs já sabem.

Os homens têm visões distorcidas da realidade, pelo menos os que conversaram comigo. Um deles acha que não trai a namorada quando faz sexo com outras. Segundo ele, como não dorme, ou seja não passa a noite na casa das mulheres, ele não trai. Apenas faz sexo. Ah tá. Que visão bacana da vida. Aposto que a namorada dele, se souber, não vai pensar da mesma forma. Pensamento simplista, machista e descompromissado. Mas, ok, já cansei de expor meus argumentos para ele, não adianta. Logo, não falo mais nada.

Outro é o oposto. Quer casar. Sim, caros leitores, alguns homens querem casar. O problema deste meu amigo é que ele procura cabelo em ovo. Sempre arruma mulheres vampiras, do tipo que só querem se aproveitar dele. Mulheres que não são independentes, que vivem às custas dele, mas que não dão pra ele tudo o que ele precisa. Logo, ele se sente incompleto, infeliz, abandonado aos seus próprios sonhos. Passa a acreditar que sua ex-namorada, que o traiu de forma bizarra, é uma santa. Já não a chama mais de puta e acredita que ela foi o primeiro amor, e único, de sua vida.

Há quem tenha dito pra mim que eu nunca fui amada. Como assim??? Como se sabe?? Tem provas?? Disse também que eu nunca tive um relacionamento que deu certo. Discordo em gênero, número e grau. Meu último relacionamento durou 8 anos. Não é porque acabou que foi ruim. Durou o que tinha de durar. Aprendi. Ensinei. Foi ótimo. Uma troca perfeita, até de chifres rs. Os anteriores duraram quatro anos e meio e o outro dois anos e meio. Não dou certo?? Nossa, acho o contrário. Sou o tipo de pessoa que sabe ter relacionamentos longos e bons. Sim, todos tiveram alguns problemas. mas, na boa, quem não os tem. Isso é normal. Isso é a vida. Não construo castelos de areia. Pelo contrário.

Sabem o que faço? Procuro olhar bem para o abismo onde estou me jogando. Se todos fizessem isso, seriam mais felizes. Porque, a meu ver, e isso é uma opinião 100% pessoal em meu próprio blog, logo, não é ofensa dirigida a ninguém em especial, o perigo não é se jogar no abismo. O perigo é olhar pra baixo e achar que não há abismo embaixo dos pés. Achar que tem uma relação confiável, que o outro é sua metade perfeita. Não estou procurando minha cara-metade simplesmente porque não me acho, não me reconheço, como uma pessoa incompleta. Sou inteira. Com meus defeitos e qualidades. Quero alguém que some. Quero mais. Não preciso de um complemento, de um acessório. Não preciso de alguém que me dê um abraço vazio. Vazio de sentimentos, de calor.

Quero olhar pra frente, perceber que a pessoa tem sim algumas características que não gosto, que vai ser difícil, mas que tudo bem. Vou pular no abismo com cara, coragem, coração e consciência dos riscos que qualquer relação oferece. Relação entre pais e filhos, amigos, parceiros. Todas têm um risco implícito. O perigo é fechar os olhos e viver em um mundo mágico. Um mundo falso, inexistente. O que peço? Que abram seus olhos. Que se abram para a vida. Que abram suas mentes. Olhem no entorno. Meçam os riscos e, se preciso for e quiserem, se joguem em qualquer precipício.

Sabem o que uma amiga de infância me disse por telefone quando contei a ela que havia me separado? "Também né Re, você sempre disse que iria se separar". Sim. Sempre soube. Nunca fui cega. Prova disso é que já havia falado com isso para algumas amigas. A surpresa foi ter sido antes do calculado, do imaginado, da forma como foi. O resto, nenhuma novidade. Aquela não era uma relação para toda a vida (até pq discordo deste tipo de afirmação). Ela nasceu com prazo de validade. E eu topei mesmo assim. Foi ótimo. Vivi coisas inesquecíveis. Senti muitas emoções. Passei por diversas situações que não caberiam nem mesmo neste espaço infinito chamado internet... é isso.

To na fila de colchonete

ahahaha Migliaccio, que já citei aqui antes, acabou de dizer a seguinte frase: "Avisa pra ela que estou dormindo na fila e de colchonete". O contexto: ao saber que uma amiga gata está quase solteira ahahaha sensacional.

Recebi por mail de uma amiga .....

O Valor da Vírgula

Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere.
Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.
Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.
Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.
... E vilões.
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.
Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.
A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.
Uma vírgula muda tudo.

ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.

Detalhes adicionais:

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER.
Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM.

O que eu quero?

Segunda, um amigo veio puxar papo comigo no Gtalk.

Ele mandou: "quer dizer que vc quer um homem rico e lindo?"

Levei um tempo pra perceber que ele tinha lido um post aqui no blog. rs era uma piadinha, mas conversamos longamente sobre isso.

Eis o que respondi: "mas é sonho... e sonhos são para serem sonhados, nunca vividos.. perde toda a graça"

Ele emendou: "tem uma frase do Oscar Wilde para você usar nessas horas 'Quando os deuses querem nos punir, eles atendem às nossas preces' hahahaha."

E retruquei: "é o que penso. A gente tem que ter cuidado com o que deseja. Minha mãe sempre disse isso."

E ele: "Como diria Pascal, desejo é falta. Na hora que se tem, o desejo cessa. É uma visão pessimista dos desejos, tudo bem"

Eu: "é uma visão realista"

Ele: "Mas questionável."

... falamos mais algumas coisas, que não vou revelar aqui, e terminei com o seguinte: "O importante é nunca parar de sonhar. Se eles vão se tornar reais, saciáveis, substituídos... pouco importa, mas a magia é que é importante"

E é o que acredito mesmo. Vamos sonhar. Vamos nos divertir. Eu, por exemplo, quero um homem rico e lindo pq já tive homem lindo e pobre. Não deu certo. Já tive homem feio e pobre. Também não deu certo. Ora, por eliminação, preciso de um homem rico e lindo. Quando encontrá-lo, pode apostar, dará certo rs. (é piadinha, ok)

VOTONOVELA

Durante todo o período de campanha, o JB publicou uma coluna muito boa. Escrita por Marcelo Migliaccio, óbeveo, a coluna VOTONOVELA tem um texto simples, rico, ágil e muito bem humorado. Eis a coluna de hoje. Divirta-se:

Quem não viu o horário gratuito perdeu o melhor da festa!

Pesquisas dizem que mais da metade da população não assistiu ao horário eleitoral gratuito. Não sabem o que perderam. Agora que está acabando, já sinto até saudades. É tão raro o Brasil mostrar a cara na televisão... Ou você acha que somos feios só de Carolina Dieckman e Rodrigo Santoro? Mas fiquei devendo uma passeada pelas campanhas para prefeito nos outros municípios _ porque a de vereador era tão interessante que nem sobrou tempo para os majoritários. Vamos lá.

Em Nova Iguaçu, os candidatos dos aliados e amigos de infância Lula e Cabral estão se engalfinhando. De um lado, Nelson Bornier (PMDB), mais um aluno do curso de oratória do Filipe Pereira. Em cada pausa que ele faz antes de continuar a falar dava para construir mais dois viadutos... Do outro lado, Lindberg Farias (PT), com seu sotaque nordestino arretado. Em busca da reeleição, o petista disse que o barulho das britadeiras não vai parar. Das duas uma: ou ele conserta a cidade, ou deixa a população iguaçuana surda de vez. Agora, me explique uma coisa. Lula não apareceu na campanha do correligionário Molon na capital para não desagradar aliados como o próprio Cabral. Mas o nosso governador não tem o menor pudor em se esgoelar pedindo votos em Bornier no palanque e na TV. Parece um jogo desigual. Melhor o Cabral continuar a praia, treinando com o Paes para ser goleiro, porque para isso ele leva jeito...

Mudando de assunto, uma lágrima furtiva me escorreu do olho esquerdo ao ver uma pungente demonsração de união familiar na disputa para a prefeitura de São Gonçalo: a mãe da candidata Aparecida Panicet pedindo votos para a filha no horário da TV. Eu, que já tinha visto cartazes da atual prefeita pela cidade, fiquei também espantado com a semelhança dos traços _ o que é a genética, divaguei... Mas que nada, quem estava diante das câmeras era a própria Aparecida, que ali não pôde recorrer às benesses do tratamento de fotos em computador! Se perder a eleição, ela pode, tranquilamente, se tornar garota-propaganda do programa Photoshop ou dos computadores Macintosh. Acho que ela ganha até da Xuxa em número de retoques...

Em Caxias, Washington Reis (PMDB), mais um que aprendeu a discursar com o Filipe Pereira, tenta, entre uma engasgada e outra, impedir a volta ao poder do ex-prefeito Zito (PSDB), que tem mais pinta de segurança de boate do que de político. Conhecendo a tradição pacífica do município, o tucano já ganhou. Dizem que vai tomar posse vestindo um daqueles coletes pretos em que se lê "apoio" nas costas...

E, em Niterói, o eterno Jorge Roberto Silveira foi à TV dizer que todo o povo da cidade é como uma grande família. Vá ter cunhado chato assim lá adiante...

Antes que a festa acabe, vamos ajustar as contas com os leitores. Luciano Rouanet Bastos, atento e com ótima memória, me corrige que o candidato do PDS na eleição municipal de 1985 (aquela do Carlos Imperial!) era Heitor Furtado e não Wilson Leite Passos, postulante a vereador que eu vi morrendo de rir do "disco voador" Medina nos estúdios da TVE. E Paulo Henrique Machado lembra que, em 82, Sandra Cavalcante realmente processou Miro Teixeira por calúnia (a história dos mendigos jogados no Rio da Guarda), mas depois ambos fizeram um acordo. Ah, a política...

OVO!!!!!!!!!!



Acabou de aparecer no RJ TV uma repórter com uma camisa cor de ovo, isso mesmo, aquilo não era amarelo nem fudendo. Era muito mais rs. Chegou a ofuscar meus olhos rs.

Pára tudo !!!!!!!!!!!!

To aqui trabalhando e uma colega vira e manda "sabia que comprei meu primeiro soutien de renda". (Isso mesmo soutien que em fracês significa suporte). Mas como assim????????? Só agora, aos 22 anos?????????? O que não faz uma pessoa apaixonada não ? rs

A insustentável leveza do ser...


.... já que o papo é cinema. Ontem, de cama, tirei o dia para assistir alguns filmes. O que mais gostei foi "A Insustentável Leveza do Ser", dirigido por Kaufman (que eu amo). Para quem não viu, o filme se passa em Praga, em 1968, e tem como pano de fundo a invasão russa à Tchecoslováquia. Tirando a parte história, o filme trata, sobretudo, de relacionamentos.

Trata da fragilidade de algumas relações, da leveza e do peso de algumas coisas, de atos, das relações amorosas, da liberdade amorosa, de questões existencialistas. A leveza do não comprometimento, ou melhor, do comprometimento única e exclusivamente com a liberdade (nossa, conheço muita gente assim!!!!).

Foram vários os incômodos. Claro, por causa de tudo o que escrevi acima e como isso me toca, na raiz, entende? O primeiro incômodo, logo na primeira cena, foi provocado pelo nome do personagem central. Tomás. Na boa, eu não merecia rs. Mas ok, dos males, este foi o menor.

O filme é ótemo ! Não vou ficar aqui contando tudo. Se quiser, assista. Mas o faça de coração e mente aberta. É preciso entender as nuances delicadas entre uma cena e outra.

PS: Eu te amo !

Sim, segunda quase assisti de novo ao filme PS: Eu te amo. Saí do jornal e fui jantar na casa de uma amiga. Lá pelas tantas, depois de duas horas de papo, ela manda: "Aluguei o filme PS: Eu te Amo, quer ver?" É como perguntar se macaco quer banana rs.

Fomos assistir ao DVD. Eis que o aparelho dela não lia o disco (tb o aparelho é jurássico, temos de fazer uma vaquinha e comprar um modelo mais moderno rs). Partimos então para o playstation. Não, a gente não foi jogar nada, mas assistir ao filme na principal diversão do filho da minha amiga. Sim. Colocamos o filme no playstation e 'lutamos' com o controle remoto, ou melhor joystick, para encontrar o menu do filme. Foi divertido. A gente não encontrava as legendas. Depois não conseguíamos adiantar o filme... rs bizarro.

OK, tudo perfeito. Funcionando e aí.... chega o namorado da minha amiga. Pronto. Acabou o cineminha rs. Ficamos de papo por mais 30 minutos e fui pra casa.

Manda o KY !!!!!!!!!!!


E eu não estou brincando. Ontem estava em casa, doente. Hoje, quando cheguei na redação tive uma notícia e tanto sobre a cobertura das eleições. Pelo visto estou mega ferrada de trabalho até terça. Já fico cansada por antecipação. Vai ser ótimo. Sim. Faremos um bom trabalho, mas acho que vou comprar uns tubos de KY e colocar aqui na minha mesa ao lado da pimenteira, providencialmente comprada na segunda-feira. rs

terça-feira, 30 de setembro de 2008

to ausente...

... Eu sei, mas tenho trabalhado muito. Passei por uma semana dura, difícil mesmo, com muitas dúvidas sobre o futuro...por isso a ausência. Muitas coisas na cabeça. O estresse foi tanto q to de cama, d novo. Mas vou melhorar e contar umas histórias ótimas. Ps: to postando do cel. Dá um desconto pq não sei como mudar d parágrafo rs

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

feminista reacionária libertina

Sim. Fui tachada como feminista reacionária libertina rs e, pior, sou tudo isso e muito mais! O elogio veio por depoimento no orkut de um amigo virtual. Eis o recadinho dele:

"Estou viciado no seu Blog
Quase sempre rolo de rir.
As vezes concordo.
As vezes discordo.
As vezes penso que você é uma "feminista reacionária libertina" com visões anarquistas.
Vou continuar lendo."

Que bom que, mesmo achando que sou "feminista reacionária libertina", ele vai continuar lendo o blog. Sou mesmo tudo isso, e mais. Sou também um pouco machista! Sim, queria uma homem rico (e lindo) que me bancasse, pagasse meus luxos e eu pudesse trabalhar apenas por prazer, sem preocupação com contas e afins. Que pudesse passar uma ou outra tarde em clínicas de estética, cuidando de mim, enquanto a babá cuidasse das crianças (que ainda não tenho). Sim, porque em um mundo machista e justo (que não é o que vivemos) isso seria possível...

... Mas, como sonhadora-pé-no-chão, que me enquadro, sei que este é um ideal distante, muito distante. Por isso, em alguns dias de muito trabalho e estresse, como hoje, em que devo sair do jornal pra lá de meia noite, tenho raiva das tais feministas que foram para praça pública queimar sutiãs. Que idéia de merda. Só ganhamos mais tarefas.

Agora, além de termos de cuidar da casa, família e estarmos lindas e de unhas feitas e cabelo bem tratado,... ainda temos de administrar o trabalho e o dinheiro. Muita preocupação para um ser que é obrigado pela natureza a sangrar sete dias por mês e achar que isso é normal. Como assim normal? Isso é que é vida injusta. rs

...

Dia longo, cansativo, preocupante e desgastante!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Semana louca...

.... sumi, eu sei. Mas a semana está corrida demais. Além de 43583478974 de coisas na cabeça, algumas bem sérias, tenho estado atolada de trabalho. Ontem rolou um debate entre 10 candidatos à Prefeitura do Rio aqui no jornal e a cobertura foi frenética. Eu, por exemplo, tive de escrever duas páginas e ainda ajudar no fechamento do caderno. Loucura total. Entrei às 8h e cheguei em casa à uma da matina. Isso mesmo. Foda. Mas, com o tempo, espero retomar à produtividade no blog.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Princesas, príncipes e sapos....



Ontem fui com minha sobrinha (e a família toda rs) assistir ao show Princesas On Ice. É bonito? Sim. É uma superprodução? Sim. Um belo show de figurino, som, luzes, fogos, dança, cenário... simplesmente perfeito. Gostou? Sim (quase chorei em alguns trechos), mas.... é pesado demais para nossas crianças. Explico: Todas as histórias. Isso mesmo. Todas as as histórias são iguais. Sempre uma moça com alguns problema que é salva, no fim, por um príncipe encantado.

Até mesmo a que é rica, a Jasmine, que não é sofredora por nascimento, que é princesa legítima, de berço, só se sente feliz e completa quando aparece um homem salvador, Aladdin, seu amor verdadeiro ... O que é isso minha gente??

E a Ariel, aquela linda sereia encantador? A mulher se mutila, isso mesmo, ela faz um pacto com o mal para se tornar uma mulher de verdade e poder casar com um homem. ALOWWWWWWW Ela deixa de ser quem é por causa de um homem. Quantas vezes vemos isso acontecer por aí? Inúmeras !!! Isso é o fim da picada. Um absurdo.
Estamos repetindo estes modelos toscos que a disney nos impõe. Quem disse que é preciso ter um homem, um príncipe para alcançar a felicidade? E os príncipes, já reparam, quase nunca têm uma história. Poucos, apenas o da Cinderela, a Fera e o Aladdin, têm seus passados revelados. Os outros, todos, são mera figuração. Entram, flertam e salvam as moças. Isso não choca vocês?
Fiquei impressionada ontem, ao ver todas as histórias, juntas, condensadas, seguidas. O show foi dividido em dois atos. No primeiro, contam as histórias de todas as outras e, no segundo, a da Cinderela, claro. O que me incomodou profundamente no primeiro ato é que as histórias ficavam sem final. Isso mesmo. Contavam tudo e o desfecho, a chegada do príncipe não aparecia. Pq? Ao fim do primeiro ato, o grande momento: todos os príncipes apareciam juntos para salvar suas princesas. Uma bela dança era coreografada. Fogos, luzes. E até a Minnie, isso mesmo, que nem princesa é, aparecia ao lado do Mickey. Vamos combinar né.
No segundo ato, outro incômodo. Em determinado momento, o príncipe percorre 'a cidade' em busca da dona do sapatinho de cristal. Os atores tentam experimentar o sapato nos pés das meninas, cujos pais pagaram os olhos da cara para sentar praticamente dentro do ringue de patinação. Até aí, tudo bem, bonitinho. Eis que ontem, no espetáculo das 11h, aconteceu algo que fez o Maracanazinho todo rir. Menos eu, claro. Três meninas, por volta dos 11, 12 anos, esticaram suas pernas para ver se o sapatinho cabia nelas. Isso mesmo !!! O sonho destas meninas já é ter um sapato de cristal que lhes agrege um príncipe. Chocante. Sei lá.
Isso pode parecer normal para todos, mas, vamos combinar, o que mais temos por aí são sapos. Muitos. Inúmeros. Alguns até se travestem de príncipes, mas é tudo farsa. Podemos contar nos dedos o que realmente prestam. E as meninas ficam lá, sonhando,d esde pequenas, com homens salvadores, enquanto seus pais pagar R$ 20 por um saco de pipoca. Sinal dos tempos...

MERDA !!!

A palavra mais rica da língua portuguesa é a palavra MERDA. Esta versátil palavra pode mesmo ser considerada um coringa da língua portuguesa. Vejam os exemplos a seguir:

1) Como indicação geográfica 1:
Onde fica essa MERDA?

2) Como indicação geográfica 2:
Vá a MERDA!

3) Como indicação geográfica 3:
18:00h - vou embora dessa MERDA.

4) Como substantivo qualificativo:
Você é um MERDA!

5) Como auxiliar quantitativo:
Trabalho pra caramba e não ganho MERDA nenhuma!

6) Como indicador de especialização profissional:
Ele só faz MERDA.

7) Como indicativo de MBA:
Ele faz muita MERDA.

8) Como sinônimo de covarde:
Seu MERDA!

9) Como questionamento dirigido:
Fez MERDA, né?

10) Como indicador visual:
Não se enxerga MERDA nenhuma!

11) Como elemento de indicação do caminho a ser percorrido:
Por que você não vai a MERDA?

12) Como especulação de conhecimento e surpresa:
Que MERDA é essa?

13) Como constatação da situação financeira de um indivíduo:
Ele está na MERDA...

14) Como indicador de ressentimento natalino:
Não ganhei MERDA nenhuma de presente!

15) Como indicador de admiração:
Puta MERDA!

16) Como indicador de rejeição:
Puta MERDA!

17) Como indicador de espécie:
O que esse MERDA pensa que é

18) Como indicador de continuidade:
Tô na mesma MERDA de sempre.

19) Como indicador de desordem:
Tá tudo uma MERDA!

20) Como constatação científica dos resultados da alquimia:
Tudo o que ele toca vira MERDA!

21) Como resultado aplicativo:
Deu MERDA.

22) Como indicador de performance esportiva :
O Vasco não está jogando MERDA nenhuma!!!

23) Como constatação negativa:
Que MERDA!

24) Como classificação literária:
Êita textinho de MERDA!!!

25) Como situação de 'orgulho/metidez' :
Ela se acha o tal e não tem 'MERDA NENHUMA!'

26 ) Como constatação de fato:
' Eu não sou pouca Merda não'

27) Como indicativo de ocupação:
Para você ter lido até aqui, é sinal que não está fazendo MERDA nenhuma!!!

sábado, 20 de setembro de 2008

Quem será o próximo prefeito do Rio?

Sério galera, falta menos de 15 dias para a eleição e vejo a cidade quieta, morna, poucos debates. Já tenho meu candidato, mas não vou revelar por motivos óbeveos.. mas vamos lá, lanço aqui um artido do Marcus Figueiredo, cientista político e professor do IUPERJ/UCAM, que será publicado na edição de amanhã JB (já está nas bancas, pode ir comprar). Vamos debater e escolher um bom prefeito desta vez !


Faltam política, debate e competição

O brizolismo, na década de 80, trouxe de volta o debate, calado durante a ditadura
Bons analistas aconselham que não devemos ficar nostálgicos. Isso torna nossos dias tristes, quiçá azedos, atrapalha a visão e o humor. Mas, convenhamos, a eleição municipal deste ano está sem graça. Alguns tentam, mas ficam falando sozinhos, não há replica, quanto mais tréplica.

O Rio já foi fervilhante. De Pereira Passos até os confrontos entre a UDN e a esquerda, e posteriormente entre a direita e o PDT brizolista, fustigado pelo PT nascente e as novas esquerdas re-nascidas dos escombros da ditadura, discutia-se a cidade, o Estado e o Brasil a cada eleição. Cada força política apresentava um projeto político e o defendia com unhas e dentes, muita argumentação e até mesmo utopias. Nos debates, saíam faíscas.

Os partidos tinham redutos, ideologicamente claros. A direita e a esquerda disputavam a Zona Sul. A Zona Norte sempre foi de direita, e até pouco ainda era. Os subúrbios se dividiam entre trabalhistas, comunistas – que tinham maioria – os populistas de direita. Basta lembrarmos de 1960, na disputa entre Carlos Lacerda, Sergio Magalhães e Tenório Cavalcanti. Mais recentemente, a disputa era entre Brizola, Moreira Franco e os herdeiros do chaguismo. Nos anos 80, a cidade experimentou um prefeito socialista – Saturnino Braga e seu vice Jô Resende, socialista cristão – seguidos por Marcello Alencar e César Maia. Todos criados dentro do brizolismo.

A experiência do brizolismo na década de 80 trouxe de volta o debate, calado durante a ditadura. As campanhas usavam rádio, TV e principalmente a mobilização de rua. Discutia-se na rua. Estavam em jogo projetos políticos claros. Pela direita, os herdeiros da Carlos Lacerda e da ditadura; pela esquerda, os brizolistas; e, no meio, os herdeiros do populismo chaguista. O debate e o projeto brizolista tinham um endereço certo: um colega iuperjiano cunhou, na época, de o socialismo moreno do Brizola. No debate e na mobilização, à Prefeitura era reservada a função da promoção da cidadania, do combate à desigualdade social. Discutiam-se os Cieps, a regularização fundiária das favelas, dos loteamentos, e tantos outros temas. Bons tempos de mobilização, celeiro de bons políticos.

A última eleição que valeu a pena discutir na rua foi a de 1992: César Maia contra Benedita. De lá para cá, a política deixou o espaço e entrou no seu lugar a disputa pela administração eficiente. Foi assim que vivemos entre César e Conde nos últimos 12 anos. Eficiência agora é o principal atrativo eleitoral. A eficiência serve a qualquer projeto, mas ela por ela serve só ao status quo social.

Nesta eleição não há projeto político para a cidade. Não há projeto para o desenvolvimento social, o tema da desigualdade está ausente. O presidente Lula e seus ministros se esforçam em trazer seus projetos para a cidade. Nenhum candidato rebate ou adere, nem mesmo o seu protegido.

O único que tentou acender a fogueira da política foi o Gabeira, só que está propondo partir de vez a cidade numa guerra de ocupação à la Beirute.

O movimento na rua está igual ao final da última Copa, quando o Brasil foi desclassificado.
Isso não é sinal dos tempos. É falta de apetite. Quem sabe no segundo turno as coisas melhoram.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Pipoca da discórdia...

.... há alguns dias a pipoca tem causado discórdia na redação do JB. Parece mentira, mas não é. Há os contra a pipoca e os 100% favorável ao estouro dos milhos no microondas. Ontem foi o ápice da briga quando mais de seis pessoas, e isso chutando por baixo, decidiram colocar seus saquinhos pra esquentar. A gritaria foi generalizada.

Os homens se sentiram mais prejudicados já que o exaustor da copa leva a fumaça e o cheiro direto para o banheiro masculino, que fica ao lado. Houve quem abriu (ou melhor, escancarou) a janela. Mas, como a janela em questão fica ao meu lado e estava muito frio, lá pelas tantas decidi fechá-la. Pronto, mais gritaria.

O furdunço começou depois que decidiram fazer uma obra na redação. Sim, pq tudo tem uma origem né. Sem consultar a opinião da maioria da redação, decidiram tirar o banheiro feminino daqui. Isso mesmo. O colocaram no corredor, logo na subida da escada, fora da redação. Disseram que fizeram isso para dar mais liberdade às mulheres. Não me pergunte como, não entendi, mas ok. (Uma mulher jamais decidiria trocar um banheiro por um microondas no meio da redação.)

Com isso, ampliaram o banheiro masculino, que virou praticamente um latifúndio do mijo. Ao lado, onde era o banheiro feminino, fizeram uma tímida copa e ali instalaram uma pia, uma cafeteira e o fatídico microondas. Pronto. Desde então, volta e meia, alguém empestia a redação com algum cheiro. Já teve peixe, lasanha e feijão. Mas, a moda mesmo, é a pipoca. Acreditem, compraram até sal e colcocaram sobre a pia.

Ontem, uma repórter, com muita vontade de agradar, comprou sacos de pipoca para todos que cobrem eleições e que já estão de saco cheio (trocadilho enfame). A idéia fofa causou tumulto. Já pode imaginar né... alguns sacos sobraram e hoje muita gente foi pra tal copa de saquinho na mão.

O mais engraçado é que, ontem, um motorista novo, muito do engraçadinho e já devidamente apelidado de Agostinho Carrara, reclamou do cheiro. O que ele fez hoje? Colocou seu saquinho no microondas. Percebeu que to me divertindo horrores com tudo isso e comendo pipoca, claro.

Eu quero um abacaxi !!!!



Li no jornal O Dia de hoje que a prefeitura vai colar adesivos nos carros de maus motoristas, de quem estacionar em local proibido, cometer infrações. Diz o adesivo: ‘Eu sou um abacaxi para o trânsito na cidade’.

Os adesivos, aposto, vão virar cult e já lanço a campanha: Eu quero meu adesivo de abacaxi !! Se alguém conseguir, please, me dê. Farei questão de andar adesivada. Achei sensacional a idéia.

ahahaah

Só pode ser piada né. Acabo de receber um mail com o assunto: José Ricardo Serafim. Fui abrir correndo,e stava crente que seria algum perfil de vereador. Eis que me deparo com isso: "Oi Renata não sei da onde você conhece o Ricardo , mais espero que você saiba que ele é casado.
Atenciosamente sua Esposa Andreia."

ahahahahaha só pode ser mesmo piada. A mulher acha que sou amante do cara,mas não faço idéia de quem seja José Ricardo Serafim. Alguém conhece?

Vamos combinar....

... tem coisa mais irritante do que gente que se nega a falar as palavras, sobretudo as em inglês, na pronúncia correta? Liguei para uma assessora de um candidato a vereador do PSOL pq ela passou a foto dele, mas não mandou nada sobre a vida do cara. Aí fica difícil fazer um pequeno perfil. Enfim, liguei para ela e pedi para que enviasse para o meu gmail (gêmeiu).. aí ela respondeu ah tá xxxx@gêmAil. com Alowwwwwwwwwwwwwww. O mundo fala correto, qq favelado pronuncia gmail de forma correta. Custa falar certo? Tem que ser tão nacionalista assim?

Direito de ficar calada

Meu editor veio conversar comigo hoje. Está preocupado pq tenho estado ríspida, de mau humor e queria saber o motivo. O motivo? Simples. Me reservo o direito a ficar calada, a ficar doente, a ficar triste, a ficar cansada. Me reservo o direito a não ter de sorrir o tempo inteiro ou mesmo contar piada. Pq escrevo isso aqui? Pq ele não é a primeira pessoa a vir me perguntar o que está acontecendo comigo.

Entendo e agradeço a preocupação de todos, mas será que não é hora de uma reflexão generalizada? Será que cada um não tem direito a ter seus dias de quietude e solidão? Tudo o que quero é ficar no meu canto, calada, fazendo meu trabalho.

A sociedade vive nos cobrando uma felicidade eterna, um riso aberto no rosto, todos os dias, todas as horas. Mas o que fazer então com os momentos de reclusão? Ora, como já publiquei antes, não sou pessoa afeita às máscaras. O que penso e sinto é transparente, visível a todos. Por isso até ele pode perceber que não estou lá muito bem. Tenho direito a isso e estou cobrando os meus dias de Gazzaneo (brincando com um amigo de trabalho que tem no mau humor sua marcar rs).

Mas o que esperar de uma pessoa que está doente há mais de 10 dias? Bom humor? Não aguento mais tomar remédios. Não aguento mais as dores no corpo o estado febril permanente. Já passei pelos dias de antibiótico. Agora, estou na fase dos 10 dias de antialérgico. Nem adianta mais tomar remédios para dor de cabeça. É isso. Obrigada pelos convites pra sair. Obrigada pelas ligações, e-mails, conversas. Meu chefe queria me dar uns dias de folga. Mas não quero. De que adianta ficar em casa neste estado? Prefiro tirar folga quando estiver bem, quando puder ir à praia, ao cinema, sei lá, aproveitar a folga né. Ficar em casa, deitada... to fora. Quero ficar quieta sim, mas sem radicalismos.

Vc acha sua casa suja???




Na boa, depois de ler esta matéria achei minha casa super limpa... saca só, a vigilância em Saúde de Campinas, a 93 km de São Paulo, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, retirou 38 toneladas de lixo de uma residência no Jardim Novo São José. O trabalho foi concluído na tarde de terça-feira (16), após dois dias de limpeza.

Caralho !!!!!!!!! Como assim????? Como se junta tanto lixo????????

A casa era monitorada havia sete anos por uma equipe da prefeitura. O pai da família, que morreu há dois anos, recebia orientações sobre o material reciclado e o manejava de maneira correta, segundo a prefeitura. Entretanto, os filhos deles se negaram a seguir as recomendações e uma ordem judicial permitiu a limpeza.

A prefeitura continuará a orientar a família para que o lixo não volte a ficar acumulado ...

Vc acha sua casa suja???

A Vigilância em Saúde de Campinas, a 93 km de São Paulo, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, retirou 38 toneladas de lixo de uma residência no Jardim Novo São José. O trabalho foi concluído na tarde de terça-feira (16), após dois dias de limpeza.

O mundo enlouqueceu....


.... mesmo. Li no G1 que Rondônia vai eleger a Miss Penitenciária 2008. Até aí tudo bem. Dez detentas estão na final. Até ai, tudo bem. O bizarro é que a candidata eleita ganhará uma televisão, que pode ser usada na carceragem.

Agora uma dúvida: é uma prisão ou um spa? Sim. Pq se elas estão presas é pq infringiram a Lei. Pq são, teoricamente, perigosas para a sociedade. E só pq uma delas é bonita (?) terá direito a TV no quarto e secador de cabelo? Que discriminação. Coitada da que nasceu feia.

Isso é foda e prova de que no Brasil (e provavelmente no resto do mundo) se valoriza muito valores superficiais e etéreos como beleza. Até a presa mais bela terá benefício. Sei lá, o prêmio poderia ser outro, não? Uma visita extra da família, uma refeição melhor um dia da semana. E só isso. Mas dar um prêmio destes, sem data para expirar, apenas pq a mulher é bonita... sei lá, como mulher, me sinto ofendida.

Aliás, várias atitudes machistas me ofendem. Esta semana um amigo fez um comentário muito sinistro. Ele classificou como 'dadeira' algumas jornalistas que costumam transar com seus colegas de trabalho. Mesmo longe desta classificação (já que em oito anos de profissão só me relacionei com dois jornalistas e um deles era meu ex-marido), me senti ofendida. Quer dizer que os homens podem comer e cantar todas as mulheres da redação. E isso, para eles, é bacana, dá um status legal. Já as mulheres são putas? Que preconceito ! Que vergonha !

Fechada pra balanço

Sim, parece estranho, mas estou fechada pra balanço. Isso mesmo, como algumas lojas. O tempo de saldão acabou. Agora quero arrumar um namorado, menino sério, trabalhador, honesto. Tem que ser carinhoso, inteligente (pq odeio gente burra) e compreensivo. OK OK, coisas demais. Pode faltar uma ou outra coisinha, mas é primordial me tratar bem.

Como diz um amigo (em uma comparação bizarra com jornais) estou em busca dos grandes anunciantes...

Desesperador ...

... ler os jornais de hoje: OS EUA estatizaram a AIG. Cuba pediu suspensão ao embargo americano. Número 2 da PF é preso por corrução. Até mesmo os escorpiões estão atacando. Segundo reportagem do JB, pesquisadores da FIOCRUZ mostram que o número de casos de pessoas picadas subiu 139% nos últimos quatro anos ... caraca, dá pra suspender a onda de más notícias???

How Bizarre....

..... saca a mensagem que o Gabeira colocou no Twitter;

Gabeira43 Gabeira vai crescer: http://gabeira.com/gabeira4... from web

OK OK. Resta saber crescer pra onde rs...

Sim....

.... sou liberal. Recebo críticas por isso, mas OK, vida que segue. Meu astrólogo, da última vez que fui lá, disse que eu poderia largar o jornalismo e ser terapeuta. Disse que eu seria ótima psicóloga. E deve ser verdade. Não sei se pelas minhas idéias ou meu jeito compreensivo, o fato é que geral, isso mesmo, eu disse geral, vem contar seus 'pobremas' pra mim.

É gente que trai o marido, a esposa e vem correndo me contar, desabafar. Todos querem um conforto e ouvir "tudo bem, é assim mesmo". Gente que decide virar gay. Acredite, muitos amigos mudaram de time nos últimos anos. Todos, antes de assumirem pra geral, contaram pra quem antes? Pra mim, claro. Teve um, muito gatinho por sinal, que me convidou pra um chope. Lá fui eu, toda empolgada, crente que o maluco queria me comer. Lá pelas tantas, a revelação: ele se descobriu gay, mas ainda não tinha assumido pra família.

E vai por aí... tenho um outro amigo que sempre me conta sobre as sacanagens que participa. Adoro. São papos divertidíssimos e histórias picantes. Volta e meia ele aparece com uma despedida de solteiro em algum motel da cidade. Coisas do tipo 8 homens e 10 mulheres. Dois casais ao mesmo tempo no chuveiro.... e por aí vai.

Mas tudo tem um limite né, ou pelo menos deveria ter. O foda é que neguinho já se acostumou a me contar tudo. Ontem, por exemplo, vieram dizer que tinham levado uma dedada. Isso mesmo. O maluco me relatou seu exame de próstata e mais, disse que a próstata está inchada. Na booooooooooaaaaaaaaaa, este é o tipo de informação que eu não precisava saber né. O mais engraçado é que a pessoa, no momento que me relatou o exame, assim, de surpresa, deu aquela sentadinha básica na cadeira, como se ainda tivesse dolorido. Alowwwwwwwww, dolorido pq? No cú dos outros é refresco né rs.

Sério. Duvido que exista um homem na face da Terra que nunca sugeriu ter vontade de comer o cú de sua parceira durante o ato sexual. É um clássico. Como diz um amigo, hoje, o diferencial é mulher que lave e passe. O resto, todas fazem. Pois bem, se ele gosta de comer o cú das outras, repetidas vezes, pq reclamar de uma simples dedada? É só um dedo. Se ele reclama do dedo, imagina se metessem uma jeba nele.... malandro, não? Vamos ver se, depois do exame, ele vai parar de sugerir sexo anal para suas parceiras. Duvido !

Louca???

Vcs, leitores amados, viram ontem à entrevista da atriz Cássia Kiss à Marília Gabriela, no GNT? O que foi aquilo? A mulher é 100% pirada... ela acha meganormal amamentar o filho de quatro anos. Isso mesmo, quatro anos. Segundo ela, o moleque mama quando quer. Chega a ficar dois dias sem dar uma chupadinha no peito dela, mas, quando tem vontade, vai até ela, levanta a blusa e mama.

Ela acha "lindo e um momento de amor puro". ????????????????? aposto que o moleque fica de pau duro. Na boa, ele não mama por fome, ele já tem dentes, come comida. Ele mama pq, de alguma forma, deve sentir prazer naquela relação doentia entre mãe e filho.

Assim como eu, Marília Gabriela ficou assustada. Chegou a perguntar o que o analista dela achava daquilo. Pasmem: segundo ela, ele acha normal. Alowwwwwwwwww Cássia Kiss, tá na hora de vc procurar outro terapeuta. OK, vc é ótima atriz, adoro seus trabalho, mas não dá né. É muita piração até mesmo pra mim, conhecida (e criticada rs) por minhas idéias liberais. Assim não dá messsssmooooo.

Concordo e acho bacana o esquema de ter uma casa e seu marido outra, a um quilômetro, sério, acho maduro, real, viável. Mas dá o peito pra um filho de quatro anos e ainda ir pra TV defender que isso é muito norma e saudável, não dá. Sorry, não dá mesmo.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

CANSADA..

.... Ainda febril, me sentindo fraca, cansada, com sono, mas medicada (portanto, vai passar), dou continuidade ao processo de mudança. Depois de limpar a casa na noite de domingo, estou limpando a caixa postal do gmail. São mais de 8 mil mensagens. Vamos ver quantas consigo eliminar....

Update: Já consegui eliminar mais de 1500 !!!

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Alowwwwwwwwww

Mais um mail errado que recebo:

"Queridos,
Não se esqueçam de reforçar com todos nossa vigília das 18 as 24h nesta sexta feira, vai ser a maior benção, Deus vai liberar muitas vitórias no reino do espirito e breve virá a existencia sonhos dos nossos corações, "OS PORTAIS ESTÃO ABERTOS" COM GRANDE AMOR NO SENHOR NOSSO DEUS,
Cleusa."

Princesas...

... vou levar a Giovanna pra assistir ao espetáculo Princesas. Será o máximo !!! Ela vai amar !!!

...

Fui à estreia da peça Os Cafajestes com uma amiga. Nos divertimos muito. Não só pela peça, claro, mas por tudo o que envolve o passeio. O que eram aquelas pessoas estranhas no Shopping da Gávea? Sério, agora é moda ir ao teatro de gorro de lã na cabeça, isso mesmo, e nem estava chovendo ou muito frio. Sinira. E a bicha montada? De peruca ruiva e tudo sentada na segunda fila? Sensacional. Sem contar com uns casais estranhos demais e uma série de outros detalhes rs...

Mas vamos falar da peça né. O texto é repleto de piadas prontas e machistas, como era de se esperar, mas é possível dar boas risadas. O melhor, sem dúvida, é ver Leo Jaime no palco. Sim, ele mesmo, o cantor, dançando forró com uma barriga maior que a do Genival Lacerda, e depois, em outra cena, tentando (apenas tentando) subir em um banquinho de madeira. IMPAGÁVEL !!! Vale a pena conferir.

UTILIDADE PÚBLICA !!!! AJUDA !!!!

Débora Vargas, coleguinha foi baleada ontem, no Engenho Novo, junto com o pai, numa tentativa de assalto ( http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL760190-5606,00.html ). Ela precisa de sangue tipo A NEGATIVO ou O NEGATIVO para transfusão. Esse tipo de sangue é muito raro. Se puder, ajude.

Local para doação: Hospital do Carmo - Rua do Riachuelo, 43, 3º andar, Centro.
De 2ª a sábado, de 8 às 12hs.

Em nome de Debora Vargas Cardoso – Hospital Pasteur

Para doar:
1) Ter mais de 50kg
2) Idade entre 18 e 65 anos
3) Estar em bom estado de saúde
4) Não estar em uso diário de medicamentos, exceto vitaminas e anticoncepcionais
5) Não ingerir alimentos gordurosos na manhã de doação; beber bastante líquidos
6) Não ter comportamento de risco
7) Comparecer munido de documento de identidade

Editores de Cristo !

Bem lembrado por meu colega Marcelo Migliaccio, assim como há Atletas de Cristo, temos Editores de Cristo. Isso mesmo rs. Percebi que faltam 20 dias pras Eleições, falei isso pro meu editor e ele começou a rezar "Pai Nosso". Sério. Parece brincadeira, mas não é. Cobrir eleição é tão complicado que as pessoas acabam pirando, apelando pra Cristo, tudo... rs.

Meus olhos...

... amanheceram inchados de tanto que chorei à noite. Sim, chorei de soluçar e tudo motivado por um filme que aluguei. Já viu "PS: Te amo"? cara, é fodaaaaaaaa. Chorava como se fosse comigo. De alguma forma me vi na personagem que perde o marido com um tumor e passa a encarar sozinha, aos 29 anos, uma série de medos, questionamentos, sonhos. Familiar, não? Não que meu marido tenha morrido, pelo menos não literalmente, mas, para mim, lá no fundo, ele está morto. Complexo, não? Pois bem, eu soluçava e tive de parar o filme algumas vezes para poder limpar os olhos pq já não era mais possível ler as legendas.

Além da história, a fotografia é bem bacana. Tem uns takes da Irlanda que são sensacionais. Dá vontade de pegar o primeiro avião e conhecer todos aqueles lugares. Mas o filme não é apenas lágrima. Ri bastante também. Vale a pena. Acho que vou rever hoje, antes de devolver amanhã.

Dos outros filmes que assisti recomendo "Desejo e Reparação", pela beleza dos cenários, da história, das interpretações, da profundidade da trama. "Paris, te amo" porque alguns curtas são fantásicos, criativos, belos e, claro, por poder me embrenhar em cada ruazinha de Paris.

É legalzinho, mas nem tanto, "Margot e o Casamento", mais pelas interpretações do que pela história em si. E o completamente desnecessário "Caché", que não tem final. Ou, se tem, não entendi. Alguém sabe explicar???

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Já aluguei...


....quatro DVDs. Pretendo passar o finde na cama, no meu quarto, vendo bons filmes e me recuperando. Hoje fui ao otorrino e ele me passou novos remédios. Acho que agora fico boa. De qq forma, deixo aqui uma dica: Domingo meu amigo Daniel Pereira vai se apresentar no Mal do Século, R$ 10 a entrada. Se quiser almoçar, a feijoada é bacana e custa míseros R$ 10.



Lembra...

.... da lista de coisas que me irritam. Vai mais um pouco:

1-Gente que se sente perseguida
2- Gente que se acha foda
3- Gente burra, mas que se acha inteligente
4- Gente que sempre pede dinheiro emprestado
5- Gente que come de boca aberta
6- Gente que escarra na rua
7 - Gente que espirra e não coloca a mão na frente
8- Gente que fica empurrando os outros na boate e se acha o dono da pista de dança
9- Gente que fuma e joga a fumaça na cara dos outros
10- Gente que fica se lamentando dia e noite
11- Gente que se faz de vítima
12 - Gente lerda
13- Os velhinhos de Copacabana que cismam em andar de forma mega vagarosa no trânsito ou na calçada
14 -Os homens que se acham foda no volante

PIADINHAS DE MULHERES

Recebi por mail de uma amiga. São piadinhas de mulheres. Não concordo com todas, mas...

"Dizem que um sábio chinês após muita reflexão conseguiu entender a cabeça das mulheres", mas após 30 segundos ele ficou louco e se jogou de um precipício... "

SÓ A MULHER CONSEGUE FAZER:

1 - Fingir naturalidade durante um exame ginecológico.
2 - Usar o poder de uma calça jeans para rediagramar a estrutura do corpo.
3 - Ter crise conjugal, crise existencial, crise de identidade crise de nervos!
4 - Ser mãe solteira, mãe casada, mãe separada, mãe do marido.
5 - Lavar a calcinha no chuveiro. E depois pendurá-la na torneira, para horror do sexo masculino. (isso eu não faço. Tb tenho horror)
6 - Rasgar a meia na entrada da festa. (sempre)
7 - Sentir-se pronta para conquistar o mundo, quando está usando um batom novo!
8 - Chorar no banheiro, e ficar se olhando no espelho para ver qual melhor ângulo. (nunca)
9 - Achar que o seu relacionamento acabou, e depois descobrir que era tudo tensão pré-menstrual. (Esta é perfeita!!!!)
10 - Nunca saber se é para dividir a conta, ou se é para ficar meiguinha.
11 - Dizer não, para ele insistir bastante, e aí ter que dizer sim!

SÓ AS MULHERES ENTENDEM:

1 - Por que é bom ter cinco pares de sapatos pretos.
2 - A diferença entre creme, marfim, e bege claro.
3 - Achar o homem ideal é difícil, mas achar um bom cabeleireiro é praticamente impossível.


ORAÇÃO DAS MULHERES:

'Querido Deus,
Até agora o meu dia foi bom:
não fiz fofoca,
não perdi a paciência,
não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta,
chata e nem irônica.
Controlei minha TPM,
não reclamei,
não praguejei,
não gritei,
nem tive ataques de ciúmes.
Não comi chocolate.
Também não fiz débitos em meu cartão de crédito
(nem do meu marido) e nem dei cheques pré-datados.
Mas peço a sua proteção, Senhor, pois estou para
levantar da cama a qualquer momento...

quinta-feira, 11 de setembro de 2008


O intrigante futebol...

..... sim, futebol é pra mim intrigante. Sobretudo a relação doentia que os homens desenvolvem com este esporte. Sei que já escreveram sobre isso umas centenas de vezes. Mas ok, se vc não quer ler... pare de ler aqui.

O JB, para quem não sabe, divide espaço com um seminário. Sim, formam padres aqui ao lado de todas estas mentes pecaminosas.

Todos os dias esbarramos com estas 'santas almas', com estes homens que 'abdicaram do prazer da carne'. Estão sempre quietos, arredios. Hoje, no entanto, eles até batucaram. Pq? Por causa do futebol, ora.

Os futuros padres organizaram um campeonato de futebol. Foi uma gritaria generalizada. No fim, claro, rolou batucada ao grito de "É campeão, É campeão" Pq????? Por que este esporte mobiliza tanto as pessoas????

Lembro dos campeonatos de futebol da PUC. Meu ex-marido era de um time e uma vez quase apanhei dele pq fui dar os parabéns pelo segundo lugar no campeonato da faculdade. O cara virou bicho, sério, nem quis ficar com a medalha de prata. Ele urrava de raiva no campo e eu, coitada de mim, pensava "mas é só um jogo de futebol".. vai entender estas mentes doentias.

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Perfeito !

Recebi por mail de uma amiga. Não sei a autoria, mas achei lindo !

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações? Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....

Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó.

Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.

Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.

Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.

Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor.

Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.

Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.

Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és..

E lembra-te:Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão