sexta-feira, 18 de julho de 2008

Pizza e morte

Ontem fui, de novo, na casa da minha amiga Dani. Só que o jantar foi mais organizado. Eu, ela, Pati e Natalie comemos pizza... o que isso tem a ver com morte? Tem que ler até o fim pra saber... bem, Gabriel, filho da Dani, coitado, ouviu as maiores besteiras da vida dele rs. Se este menino continuar participando das nights de mulherada ou vai virar gay ou vai saber tudo sobre a alma feminina e ser o maior comedor da parada. Torço pela última opção e que ele namore minha sobrinha rs.

O encontro foi divertidíssimo. Teve até briga de mulher rs e não to mentindo, juro, quase que duas delas saíram no tapa. Juraram que nunca mais se falariam e depois, na hora de partir, acabaram se beijando. Umas fofas e bobas estas minhas amigas.

Agora sim, a explicação sobre a hora da morte. É que tem um porteiro no prédio da Dani que sempre dorme à noite. Há uns dias, quando fui lá, eu não conseguia acordá-lo pra sair do prédio. Sério, o cara não parecia respirar. Sacudi ele três vezes, chamei e nada. Só pensava assim:"Fudeu, o maluco morreu e vou ter que ficar de testemunha na DP". Liguei pra Dani, ela interfonou. O cara não acordava. Levei uns 10 minutos pra sair do prédio rs. Foi engraçado. Ele só acordou qdo decidi abrir o portão da garagem e, praticamente, tive de sentar no colo dele pra alcançar o botão. Ontem, ele estava de novo a postos e, adivinha? dormindo rs Sensacional

Um comentário:

Bianca Senna disse...

hahaha rê, adoro o seu "maluco".
é a sua cara!

bjo